Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Eventos’ Category


Ciclo Cidadania Informada = Cidadania Activa, promovido por Iniciativa de Transição em Telheiras e Movimento Gerações.

Diz-se por aí que o Serviço Nacional de Saúde está mal da saúde, mas será mesmo assim? Porque queremos saber mais, convidámos duas pessoas para partilharem os seus conhecimentos connosco:

Cristina Paixão, professora, directora editorial, tradutora, copywriter, mãe e activista em diversos movimentos sociais, nomeadamente o internacional “Food not Bombs”, dinamiza a Plataforma Cidadã de Resistência à Destruição do SNS (http://www.manifestosns.tk/) e abre convictamente a porta ao futuro, acreditando na transformação do meio envolvente para a construção colectiva de uma comunidade de homens e mulheres livres.

Eduardo Marques, Médico de Família (que devia ser de Comunidade), envolvido na dinamização de Ateneus, Colectividades de Cultura, de Governação Local baseada em Freguesias (que deviam ser Comunas) e dinamizador do Fórum Social e do Orçamento Participativo em Portugal, no modelo de Porto Alegre.

Até lá

Read Full Post »


a

Ora Viva!

a

Segunda iniciativa conjunta da Iniciativa de Transição em Telheiras e do Movimento GerAções, integrada no ciclo “Cidadania informada, Cidadania activa”.

Nesta bela noite de debate aberto propomos um olhar sobre os movimentos cívicos que têm surgido em vários países durante o ano 2011 (Indignados, Occupy, etc.) e os pontos que os ligam (ou desligam) ao movimento de transição.

Afinal o que é que os distingue? Por que é que há tantos movimentos diferentes? O que é que cada um quer?

a

Para nos ajudar à conversa teremos intervenções-acendalha de Paulo Raposo, professor de Antropologia do ISCTE-IUL, investigador do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA), membro fundador da Plataforma 15O (embora presentemente desvinculado), esteve envolvido na Acampada do Rosssio, especialmente no Grupo Internacional que organizou a 1ª reunião internacional em Junho 2011 na Lx Factory, e Gil Penha Lopes, investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), onde procura Soluções Integrais para as Alterações Globais no grupo “Climate Change Impacts, Adaptation and Mitigation” (CCIAM), fundador da Iniciativa de Transição Universitária da FCUL, membro da Transição de Oeiras e Formador do Curso de Iniciação à Transição. A conversa vai ser moderada por Filipe Matos (ITT) e Álvaro Fonseca (GerAções).

a

Agradecemos muito à Elisabete Agostinho pelo cartaz!

a

É 4ª feira, 29 de Fevereiro, a partir das 21:30. Até lá!

Read Full Post »


Tal como anunciado, no último dia 26 de Outubro encontrámo-nos na biblioteca de Telheiras para mais um momento de abrir olhos e expandir horizontes. Porque uma condição necessária para uma cidadania activa é uma cidadania informada.

No auditório da BMOR, juntaram-se cerca de 50 pessoas para assistir e discutir o filme “Os Respigadores e a Respigadora”, filme documentário de Agnès Varda, tendo como convidados co-organizadores Álvaro Fonseca do Movimento GerAções e Sofia Guedes Vaz do Projecto PERDA – Projecto de Estudo e Reflexão para o Desperdício Alimentar. O documentário lança um olhar muito pessoal e poético sobre uma realidade que poucos conhecem e poucos vêem (ou querem ver): a das pessoas que vivem do que a maioria desperdiça ou rejeita. E o filme não é tanto sobre desperdício alimentar, mas mais sobre o aproveitamento do desperdício alimentar.

a

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos imenso a generosidade da fotógrafa Marianne Bertout.

a

Numa altura em que corremos riscos de aumento de pessoas em dificuldades alimentares (apenas na Europa, 79 milhões de pessoas vivem abaixo do limiar de pobreza), a discussão focou-se sobretudo naquilo que nós, enquanto cidadãos, podemos fazer para não contribuir para o desperdício alimentar. Nos próximos anos, o Projecto PERDA, que ganhou recentemente o Prémio “Ideias Verdes Fundação Luso-Expresso 2011″, irá medir o desperdício alimentar em Portugal e fazer propostas e campanhas concretas para a sua diminuição.

a

Os encontros da ITT na BMOR continuam a servir sobretudo para trazer pessoas e ideias interessantes ao bairro, proporcionar um espaço de debate de ideias e de expressão livre de pensamentos.

Desta vez, à entrada do auditório tinhamos um pequeno mapa para tentar saber donde as pessoas vinham e como tinham sabido do encontro, que nos deu alguns dados curiosos: 1/3 das pessoas de Telheiras, 1/3 da restante Lisboa e 1/3 de outras moradas (Cascais, Sintra, Odivelas); a maioria das pessoas soube através de amigos, alguns pelo facebook, outros pela mailing list.

Ficou no ar a probabilidade de um “ciclo de cinema-reflexão” co-organizado pela ITT e pelo Movimento GerAções.

a

Para quem esteja interessado em ver o documentário “Os Respigadores e a Respigadora”, aqui fica (em 8 partes)

Read Full Post »


Estamos na região de Lisboa. 3 milhões de pessoas, muita gente, muitos pensamentos, muitas vontades, muito muito.

a

Muita coisa a acontecer ao mesmo tempo, e muito aqui tão perto.

a

Durante o último ano, nestas andanças de iniciativas de transição, permacultura, acampadas, conferências, debates, encontros, foi comum ouvir que «somos poucos a querer fazer alguma coisa». Mas acho que ainda mais impressionante que isso, é o facto de estes “poucos” estarmos descoordenados e  poucas vezes unirmos esforços, saberes, números, vontades.

E numa cidade como Lisboa há tanta coisa a acontecer, muito aqui bem perto de Telheiras. Cada semana descubrimos novos movimentos, novas associações, novos grupos, novas pessoas, novos eventos…Tantos eventos e tão bons! Ao mesmo tempo que acho óptimo, não deixo de achar que há muita dispersão e falta de convergência entre iniciativas e grupos “paralelos”. Não num sentido de centralização, mas de coesão e funcionamento em parceria.

a

Por exemplo, HOJE Lisboa acolhe os SEED SAVERS da Austrália, Michel e Jude Fanton, precursores da consciência global pela preservação das sementes e da sua divulgação junto dos permacultores e horticultores por todo o mundo.

11-13 h, Horta do Monte, Graça, Lisboa: Oficina para hortelões e interessados facilitada por Michel e Jude Fanton sobre preservação de sementes tradicionais e a criação de redes locais de sementes.

19 h, Auditório da Faculdade de Belas Artes (UL), Lisboa: Projecção pública do filme “As Nossas Sementes”, seguida dedebate com os seed savers Michel e Jude Fanton, as seed savers Sílvia Floresta e Fernanda Botelho e ainda Adelaide Clemente do Jardim Botânico de Lisboa.

22 h, Bartô, Costa do Castelo, Lisboa: Festa benefit “Save Our Seeds – SOS Sementes!”

Pode-se ver muita mais informação aqui.

a

Fica a sugestão, a seguir outras virão!

Read Full Post »


a

a

A condição necessária para uma cidadania activa é uma cidadania informada. Em mais uma noite de encontros promovida pela iniciativa de Transição em Telheiras (ITT) no auditório da BMOR, juntam-se membros do Movimento GerAções e do PERDA – Projecto de Estudo e Reflexão para o Desperdício Alimentar.

a

Desta vez passará o filme «Os Respigadores e a Respigadora» de Agnès Varda (80 min, legendado), um documentário que lança um olhar muito pessoal e poético sobre uma realidade que poucos conhecem e poucos vêem (ou querem ver): a das pessoas que vivem do que a maioria desperdiça ou rejeita. A actividade de respigar, outrora reconhecida pela sociedade, tornou-se num acto marginal, mas que constitui para muitos dos que a fazem uma questão de sobrevivência. Os respigadores contemporâneos retratados neste documentário revelam-nos uma dimensão da nossa sociedade que se caracteriza pelo excesso e pelo desperdício. A realizadora pelo seu lado assume também o papel de respigadora, mas de imagens e de histórias. O seu filme interpela-nos e obriga-nos a reflectir e a questionar os modos actuais de produção e de consumo de alimentos.

a

O Movimento GerAções, de que faz parte Álvaro Fonseca, que irá moderar a discussão, propõe um ciclo de filmes/debate no sentido de difundir informação sobre diferentes temas da actualidade, fomentando a discussão pública desses mesmos temas, sendo expectável que, em breve, dinamizemos em conjunto mais encontros como este.

a

O Projecto PERDA, de que faz parte Sofia Guedes Vaz, ganhou recentemente o Prémio “Ideias Verdes Fundação Luso-Expresso 2011”, que tem como objetivo a investigação e a comunicação ambiental centradas na análise do desperdício alimentar em Portugal, focando as suas dimensões ambiental, económica, social e ética. Visa estimular a mudança de comportamentos, e concentrar-se-á nos três grandes segmentos do sistema alimentar: produção agrícola, distribuição e consumo.

a

Até lá 🙂

Read Full Post »


Chega ao fim Agosto e, a julgar pelo tempo de hoje, Novembro está à porta 🙂

É com grande prazer que anunciamos que, pelo 3º ano, a Fundação Vox Populi lança o Prémio Ribacôa, que pretende fomentar o desenvolvimento e a implementação de projectos no concelho de Almeida, em especial na freguesia de S. Pedro do Rio Seco (Beira Interior). No ano passado, o Prémio Ribacôa foi atribuído a um grupo de jovens que está actualmente a desenvolver um projecto de Permacultura na freguesia!


No site podem consultar o mais informações e o regulamento de candidatura.

a

a

A FVP é uma instituição sem fins lucrativos, sedeada em Telheiras, cujos objectivos visam, entre outros, o apoio ao desenvolvimento sustentável.

Salutamos a iniciativa da FVP, pelo contributo para a transição da aldeia, do país, do mundo 🙂


					

Read Full Post »


 

 

Na última 6ª feira de cada mês os ciclistas pelo mundo reunem-se para um passeio pelas cidades. Em Lisboa reúnem-se no Marquês de Pombal a partir das 18h.. O fenómeno chama-se Massa Crítica, e acontece em Lisboa há 8 anos.

Para além de ser um fim de tarde diferente, de convívio e festa, o objectivo é criar impacto pela concentração de dezenas ou centenas de bicicletas..

Há um grupo que sai da ART (Rua Prof. Mário Chicó N.º 5) às 18h! e vai até ao Marquês (em grupo é melhor) – o percurso é definido pela capacidade de todos os elementos, não se deixando ninguém para trás. Quem quer ver bicicletas diferentes, disfurtar de um momento de lazer ou festejar a bicicleta, Venha!

Este mês queremos trazer a Massa Critica a Telheiras com uma “Sardinhada Critica”! Vai haver comes e bebes a preço reduzido e música ambiente e logo depois há um concerto no Bairro para quem quiser!

Qualquer dúvida – transicao.telheiras@gmail.com

 

 

Read Full Post »


Qual é a urgência de pensarmos sobre a energia que usamos todos os dias? Quão dependentes e vulneráveis é que estamos?
a
De onde vem a energia que usamos todos os dias? É limpa? A energia está a acabar, como alguns dizem, ou vai só ficar mais e mais cara?
a
As renováveis podem permitir que o consumo aumente infinitamente? É possível um dia cada bairro, cidade ou país produzir a energia que consome?
a
Convidamos todos a estarem presentes na biblioteca Orlando Ribeiro, em Telheiras, onde se irá conversar e debater perguntas como estas, com a presença dalguns convidados que nos podem dar algumas pistas e partilhar as suas opiniões.
a
Agradecemos a divulgação, até lá!

Read Full Post »


07e 08 de Maio de 2011 – Iniciativa de Transição Telheiras
Facilitador Maurício Umann

“Permacultura é um sistema de design que reconcilia as comunidades humanas com os imperativos ecológicos de um planeta vivo.”

Ben Haggard

A Permacultura é uma poderosa ferramenta de planeamento para que possamos atingir a sustentabilidade no Planeta Terra. Este Curso de Introdução à Permacultura oferece um despertar criativo para soluções práticas que podemos aplicar de imediato nas nossas vidas, seja no ambiente urbano ou rural.

Com slides, vídeos, jogos e exercícios interactivos, criaremos o ambiente para um fim-de-semana com muita partilha de informação, na companhia de gente que, como tu, quer assumir a responsabilidade pelo próprio presente e pelo futuro do planeta.

Neste dois dias teremos a oportunidade de conhecer melhor a Ética e os Princípios da Permacultura, aprender e aplicar os métodos de planeamento utilizados para a elaboração de um projecto de Permacultura e sentir a urgente necessidade de assumir a responsabilidade pela nossa própria existência.

Nas cerca de 12 horas deste curso iremos abordar e discutir, de forma criativa e positiva: energias renováveis, bioconstrução, solos, água e produção de alimentos. Iremos ainda conhecer um pouco da Permacultura que se faz em Portugal e no Mundo bem como nos iniciaremos no Movimento de Transição, na Permacultura Urbana, nas Ecoaldeias e nas Comunidades.

Os participantes receberão ainda um pequeno livro especialmente preparado para este Curso de Introdução à Permacultura com os conteúdos abordados, informações práticas e locais de interesse a visitar na internet. Receberão também um Certificado de Participação.

Facilitador:

Maurício Umann, Designer e Permacultor, é co-responsável pelo Projecto O FOJO
– Centro de Aprendizagem e Demonstração de Permacultura. Desde 2009 está a fazer o seu percurso para a obtenção do Diploma em Permacultura, no âmbito do qual está a implementar o Projecto O Fojo. Com a sua companheira e Permacultora, Filipa Santos, criou e implementou as “Experiências de Permacultura” e o Evento de Bioconstrução “Mãos na Terra”. Faz parte do colectivo de Designers de Permacultura PERMA D. Em 2010 participou num voluntariado no IPEC – Brasil.

2011 – Curso de Introdução à Permacultura, Iniciativa de Transição Linda-a-Velha, Formador
2010 – Evento de Biocontrução n’O Fojo Mãos na Terra 2010, como facilitador e participante, O FOJO – Centro de Aprendizagem e Demonstração de Permacultura
2010 – Permaculture Educators Course, com Annemarie Brookman (The Food Forest – Australia), Ecoaldeia de Friland – Dinamarca
2010 – Transition Iniciatives, com Lars Keller (Friland Ecovillage – Dinamarca) e Paul Hendriksen (Transition Town Deventer – Holanda), Ecoaldeia de Friland – Dinamarca
2007 – Curso de Ecovilas – Design e Implementação, com André Soares e Lucy Legan (IPEC – Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado – Brasil), Herdade Do Freixo do Meio, em Portugal
2005 – Curso Certificado de Permacultura (1 mês), com Richard Wade e Inês Sanches, Instituto de Permacultura Monstsant, Espanha
2005 – Workshop de Facilitação, Decisões por Consenso e Resolução de Conflitos, com Ulises (Facilitador Profissional e Director da Red Ibérica de Ecoaldeas), em Espanha
2004 – Curso de Agricultura Biológica, Espanha

Tópicos gerais do Programa:

Energia, recursos naturais, economia, degradação ambiental e alterações climáticas
Notas históricas sobre a Permacultura
Ética e Princípios da Permacultura
Zonas e Sectores
Padrões Naturais
Biodiversidade
Água, solos e climas
Método de Design em Permacultura
Bioconstrução e Bioclimática
Ecoaldeias e Comunidades
Permacultura Urbana
Movimento de Transição
Filmes, jogos, slides e exercícios práticos (observação, análise e projecto)

Onde?

O curso decorrerá nas instalações da ART – Associação de Residentes de Telheiras, em Lisboa, que fica AQUI.

Morada: Rua Professor Mário Chicó, nº 5, Telheiras, Lisboa

Quando?

O curso decorrerá nos dias 07 e 08 de Maio de 2011.

Os participantes deverão chegar no máximo às 8:30 da manhã para acreditações e para um chá ou café com bolinhos. O curso decorre das 9:00 às 17:30, e terá ainda a projecção de um Filme no Sábado, dia 07, pelas 18:00 e, neste dia, as actividades encerram, oficialmente, as 20:00. No Domingo, dia 08, iniciaremos novamente as 9:00 e terminaremos as actividades propriamente ditas pelas 18 horas. Neste dia, as
actividades encerram, oficialmente, as 20:00. Estão programados intervalos na parte da manhã e na parte da tarde bem como 1h30 de intervalo para os almoços.

Alimentação:

A organização deste curso pretende que esta seja uma experiência rica a todos os níveis! Incluímos assim duas refeições (os almoços) biológicas elaboradas com preceitos da cozinha macrobiótica. Teremos também disponível, para os intervalos, café e chá bem como bolinhos, frutas e frutos secos.

Pedimos que tragas o teu prato, copo, talheres e prato de sobremesa!

Investimento Ético – Curso + Livro de conteúdos + alimentação biológica

80,00 €
60,00 € para sócios da ART
30,00 € para desempregados (3 vagas)

O que trazer:

Boa energia!
Lápis de cor, canetas, papel de rascunho e um marcador com a tua cor preferida.
Prato, copo, talheres e prato de sobremesa!
Se quiseres, traz também a tua garrafa de água e uma mantinha ou almofada para te sentires mais confortável.

O que Não trazer:

Má onda!!

Informações e Inscrições:

O Pagamento das inscrições deverá ser feito até ao dia 04 de Maio. Para informações sobre o modo de pagamento e outras questões entre em contacto:

E-mail transicao.telheiras@gmail.com

Telefone 217 568 103

Read Full Post »


Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: