Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘bicicleta’


Os fins-de-semana são, para muitos de nós, momentos de evasão e descanso. Os locais escolhidos vão sendo diferentes consoante o perfil de cada um, mas, seja qual for a opção, há sempre forma de o fazermos de forma sustentável e com o mínimo de impacto! Ficam aqui algumas sugestões muito simples:

– Ficar na cidade e aproveitar o que de bom esta tem para nos oferecer

 optar pelas deslocações de bicicleta ou a pé e conhecer cantos e recantos por onde o carro não passa nas semanais idas de casa para o trabalho;

 utilizar os transportes públicos para chegar mais rápido ou simplesmente para desfrutar do sentimento de ser mais um turista!

– Sair da cidade e ir para longe das buzinas e do fumo do tubo de escape

se vai em grupo, optar por partilhar o carro – a viagem é mais divertida, os custos são partilhados e se a viagem for longa, há mais opções de motorista;

 utilizar um mix de bicicleta e comboio – é preciso ter atenção aos horários e tipos de comboio, há alguns que não permitem a coabitação entre os dois meios de transporte;

apenas transportes públicos, sejam eles quais forem -conhecem-se novas pessoas, vêem-se outras paisagens, focamos a nossa atenção noutras coisas que não a estrada: um bom livro, música, dois dedos de conversa com o vizinho do lado ou mesmo uma refrescante soneca!

Seja qual for a opção, há que ser criativo na hora de escolher como ir! Os meios, são muitas vezes mais divertidos que os fins! Para quem tem crianças, algumas destas opções são autênticas actividades radicais 🙂 mas no domingo à noite, olhamos para trás….e valeu a pena!

Read Full Post »


Hoje escrevo sobre custos! Sim, acho que sustentabilidade também deve ter a ver com factores económicos.
Fiz um simulador que calcula os custos reais das minhas viagens usuais por Lisboa para ir trabalhar. Na minha simulação entram, para já, dois tipos de transporte: carro e bicicleta. Visto que apenas vou para o trabalho de uma maneira ou de outra, e visto que possuo automóvel e bicicleta, tenho custos associados aos dois investimentos que fiz. À parte dos pormenores técnicos do modelo, passemos aos resultados. No meu caso, para as minhas viagens para o trabalho, se todas as viagens forem feitas de automóvel, eu posso contar com uma conta anual de 1650€, ou seja perto de 137,5€ por mês.
Eu sabia que ter automóvel é caro, mas assustei-me com este numero! Penso que assusta qualquer um, sobretudo eu que faço apenas 12 km por dia para ir trabalhar, 6 km para ir a 6 km para voltar… A boa noticia é que, se fizer 50 dias por ano de bicicleta, baixo a minha conta para “apenas” 1387€, ou seja ganho 263€. E o custo de comprar e manter uma bicicleta? Já está considerado na poupança dos 263€. Parece-me bom, não? Se fizer 100 dias de repouso no automóvel, poupo quase 540€…

Read Full Post »


Hoje é quinta-feira e com ela, para além da antecipação de um fim-de-semana de calor, surge também mais um post sobre o que pode um comum mortal fazer para ter uma vida mais sustentável.

Se é verdade que este assunto sempre nos interessou, também é verdade que começou a entrar mais nas nossas vidas e a tornar-se mais sério, por influência de outras pessoas com os mesmos interesses e muito mais formação e informação. A nossa “mudança de chip” deveu-se muito ao grupo de Transição em Telheiras e ao facto de nos termos permitido ser influenciados por muitas das pessoas que conhecemos através desta Iniciativa. Não apenas pelos seus discursos, mas acima de tudo pelas suas acções.

Por isso mesmo, consideramos o exemplo que damos como uma das medidas de sustentabilidade mais importantes. Com essas acções não mudamos apenas o nosso dia-a-dia como também influenciamos para a mudança, a vida dos que nos rodeiam. Nos últimos tempos, são alguns os casos que nos surpreendem positivamente. Hoje gostava de deixar o registo de algumas situações e deixo à vossa consideração se são de facto importantes, nesta mudança que se quer global, mas que tem de ser feita por cada um de nós:

Uma das medidas iniciais deste caminho foi começar a usar a bicicleta como meio de transporte e ir deixando o carro cada vez mais dias no estacionamento. Se no inicio causámos alguma estranheza em alguns dos meios onde circulamos, agora temos:

  • mais um poste ocupado com uma bicicleta no parque de estacionamento do trabalho da Telma (parece que também é uma menina e posso dizer que num edifício com 700 pessoas e o equivalente em carros contam-se apenas 2 bicicletas);
  • 3 amigos e vizinhos que foram recuperar as bicicletas velhinhas à arrecadação, limparam-lhes o pó e agora vão dia sim dia não, dar um belo passeio ao fim do dia (com a Telma e com o Marco a servir de Bike Buddies – http://bikebuddy.mubi.pt/) em vez de se enfiarem no ginásio a gastar energia em máquinas que pouco promovem a interacção social e que nos fazem ser cada vez mais parecidos com hamsters autistas;
  • uma amiga que decidiu comprar uma bicicleta e ser uma das pioneiras deste meio de transporte numa cidade pequena do interior, que tem todo o potencial para ser o paraíso dos ciclistas mas que ainda é muito movida pelos preconceitos e memórias de um passado em que a bicicleta era sinal de pobreza e baixo status social.

Não podemos dizer que estamos a mudar o mundo, nem é essa a nossa pretensão, mas já lá diz o velho ditado, grão a grão…

Read Full Post »


 

 

Na última 6ª feira de cada mês os ciclistas pelo mundo reunem-se para um passeio pelas cidades. Em Lisboa reúnem-se no Marquês de Pombal a partir das 18h.. O fenómeno chama-se Massa Crítica, e acontece em Lisboa há 8 anos.

Para além de ser um fim de tarde diferente, de convívio e festa, o objectivo é criar impacto pela concentração de dezenas ou centenas de bicicletas..

Há um grupo que sai da ART (Rua Prof. Mário Chicó N.º 5) às 18h! e vai até ao Marquês (em grupo é melhor) – o percurso é definido pela capacidade de todos os elementos, não se deixando ninguém para trás. Quem quer ver bicicletas diferentes, disfurtar de um momento de lazer ou festejar a bicicleta, Venha!

Este mês queremos trazer a Massa Critica a Telheiras com uma “Sardinhada Critica”! Vai haver comes e bebes a preço reduzido e música ambiente e logo depois há um concerto no Bairro para quem quiser!

Qualquer dúvida – transicao.telheiras@gmail.com

 

 

Read Full Post »


Viva! Por falar em Santos Populares, várias pessoas de Lisboa juntaram-se numa «associação de ciclistas urbanos que trabalham juntos para melhorar as condições para o uso da bicicleta como meio de transporte utilitário e recreativo», a MUBi, que vale a pena conhecer!

 

a

a

Desde há muito tempo tem havido pedalada em Telheiras. Mais recentemente, por exemplo, têm havido apresentações públicascicloficinas comunitárias e convívios. Entretanto a ART tornou-se parceira da MUBi, com o seu serviço bike 2 work, prestando um serviço à imagem do vídeo a baixo.

a

a

a

Medo dos carros, subidas íngremes, falta de companhia? Se há curiosidade numa viagem tranquila de bicicleta pela cidade, é só contactar. Há pessoas que querem ajudar! E à borla.

Read Full Post »


No dia 24 de Novembro, no encontro “Há Pedalada em Telheiras!” foram referidos eventos, grupos, sites, listas, etc, relacionados com a comunidade de utilizadores de bicicleta como meio de transporte.

Para além das revistas (Jinglas) e brochuras distribuídas na altura, aqui ficam algumas ligações online para quem quiser começar a explorar este mundo sem sair da casa, pelo menos inicialmente, pois é nas ruas que tudo acontece e são as ruas que devemos (re)conquistar para tornar as cidades mais amigáveis para as pessoas. A bicicleta é uma excelente forma de o fazer!

Uma Massa Crítica (MC) é um passeio no meio da cidade feito em modos de transporte suave. Realiza-se sempre na última Sexta-Feira de cada mês às 18h00. É uma celebração da mobilidade suave que permite aos participantes circular com mais segurança e facilidade, marcando a sua presença no espaço público pelo número e densidade da concentração.  Esta “segurança pela quantidade” torna-a uma excelente forma de iniciação à utilização de veículos suaves em espaço urbano.

Oficina voluntária e gratuita como ferramenta para a promoção do uso quotidiano da bicicleta.

Promoção cultural e social do uso da bicicleta como meio de transporte utilitário e recreativo.

Site aglutinador de blogs sobre bicicletas – http://planeta.bicicultura.org/

Ciclovias em Portugal – http://www.ciclovia.com.pt/index.html

LISBON CYCLE CHIC –  

O lado chic da bicicleta, outra forma de divulgação e promoção (faz parte da rede mundial Cycle Chic)
COPENHAGEN CYCLE CHIC – http://www.copenhagencyclechic.com/
O site mais famoso do mundo sobre bicicletas!!
MUBi – http://mubi.pt/
Associação que tem como visão um Portugal com qualidade de vida, onde uma convivência harmoniosa entre a bicicleta e as várias opções de mobilidade contribua para a qualidade do espaço público.
Mailing-lists
Nas mailing lists os participantes partilham opiniões sobre a sua experiência como ciclistas/patinadores/peões, sobre espaço público, urbanismo, e sobre o evento em si. 

Massa Crítica Portugal: http://lists.riseup.net/www/info/bicicletada_pt

Massa Crítica Lisboa: http://lists.riseup.net/www/info/bicicletada_lx

 

Cursos e formação – http://cenasapedal.com

Outros (relacionados): Menos Um Carro – http://menos1carro.blogs.sapo.pt/

Blog da Mobilidade Sustentável. Pelo ambiente, pelas cidades, pelas pessoas

A nossa terrinha – http://anossaterrinha.blogspot.com/

Blog de “retratos” de Portugal – Blog sobre temas de mobilidade e cidadania (Auto-estradas, ferrovia, segurança rodoviária, estacionamento). Blog com abordagens muito profundas nos temas tratados.

 

Relembramos ainda que todos os domingos de manhã, pelas 10h, o grupo de cicloturismo da ART encontra-se na sede para o passeio semanal pela cidade! Estão todos convidados a juntar-se!

Read Full Post »


Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: