Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘debate’


Na última 4ª feira, cerca de 90 pessoas passaram pela biblioteca de Telheiras para ouvir, pensar e falar sobre vários movimentos cívicos, o que os liga e o que os separa entre si.

O Álvaro Fonseca, o Paulo Raposo e o Gil Penha-Lopes abriram a noite com contextualizações sobre alguns movimentos, ficam aqui alguns excertos e documentos visuais:

a

Apresentação de Álvaro Fonseca

Apresentação de Paulo Raposo

Apresentação de Gil Penha-Lopes

a

Como era desejável, apareceram pessoas de diversos movimentos (mov. indignados, iniciativas de transição, assembleias populares, mov. gerações, plataforma 15O, etc) que complementaram estas intervenções e que expuseram as suas preocupações e vontades, umas passando mais pelos pontos que os une, outras mais pelos que os separa. Depois de o auditório fechar, a discussão extendeu-se pela rua (e pelas redes sociais), e ficou no ar a sensação de que uma parte II deste encontro provavelmente tomará lugar em breve.

Ficam também alguns vídeos sobre alguns dos movimentos.

Até já

Anúncios

Read Full Post »


a

Ora Viva!

a

Segunda iniciativa conjunta da Iniciativa de Transição em Telheiras e do Movimento GerAções, integrada no ciclo “Cidadania informada, Cidadania activa”.

Nesta bela noite de debate aberto propomos um olhar sobre os movimentos cívicos que têm surgido em vários países durante o ano 2011 (Indignados, Occupy, etc.) e os pontos que os ligam (ou desligam) ao movimento de transição.

Afinal o que é que os distingue? Por que é que há tantos movimentos diferentes? O que é que cada um quer?

a

Para nos ajudar à conversa teremos intervenções-acendalha de Paulo Raposo, professor de Antropologia do ISCTE-IUL, investigador do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA), membro fundador da Plataforma 15O (embora presentemente desvinculado), esteve envolvido na Acampada do Rosssio, especialmente no Grupo Internacional que organizou a 1ª reunião internacional em Junho 2011 na Lx Factory, e Gil Penha Lopes, investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), onde procura Soluções Integrais para as Alterações Globais no grupo “Climate Change Impacts, Adaptation and Mitigation” (CCIAM), fundador da Iniciativa de Transição Universitária da FCUL, membro da Transição de Oeiras e Formador do Curso de Iniciação à Transição. A conversa vai ser moderada por Filipe Matos (ITT) e Álvaro Fonseca (GerAções).

a

Agradecemos muito à Elisabete Agostinho pelo cartaz!

a

É 4ª feira, 29 de Fevereiro, a partir das 21:30. Até lá!

Read Full Post »


Pois é, abrindo aqui a discussão dos sacos de plástico, e da quantidade exorbitante de plástico que utilizamos cada vez que compramos alguma, deixo aqui mais um link (em Inglês) de uma nova estória.

PLASTIC TO OIL

Teremos necessidade de utilizar tanto plástico ou é uma situação imposta?

Será que o custo de produção de plástico é zero, ou estamos a “explorar ” alguém?

Como é que tudo o que é embalado em plástico é mais barato que os produtos que não o são?

Vamos debater ideias, vamos procurar soluções, vamos compreender melhor este estranho “fenómeno“,

até terça

Read Full Post »


Read Full Post »


Read Full Post »


Read Full Post »


Transição?

A transição é tomar consciência do que fazemos e porque fazemos. O que é que comemos? Donde vem? Quem fez? Como fez? Porque andamos de carro? Como aquecemos a casa? Donde vem o gás? Donde vem o petróleo? Como se faz o plástico? Os encontros de transição são espaços de partilha de dúvidas, descobertas, preocupações, conquistas.
E também é conhecer os nossos vizinhos e criar um grupo com quem podemos contar.

«Quando nos reunimos para falar sobre a transição, de repente não se ouve falar de uma coisa que anda para aí a incomodar as pessoas, essa palavra ‘Crise’»
> Ana Contumélias

Ontem, 3ª feira, às 21h00, na sede da ART, aconteceu o 2º encontro alargado da Iniciativa de Transição em Telheiras.

Estiveram presentes 18 pessoas, dos 18 aos 60 anos, homens e mulheres, de Telheiras, da Amadora, de Sintra. Houve muitos que participaram pela 1ª vez, outros que já são caras conhecidas na iniciativa. Desta vez, a sala estava composta maioritariamente por jovens (e 1/3 dos presentes eram, por coincidência, alunos da fac. Letras).

Resumo do encontro:

  • Por volta das 21h15 começámos por falar sobre as nossas expectativas para este encontro (“ouvir mais sobre a transição”, “sobre a permacultura”, “debater as hortas”, “pôr as mãos na terra” ou “ver o que está para aqui a acontecer”).
  • Logo a seguir apresentámo-nos, para saber quem somos, o que fazemos, quem são estes nossos nossos vizinhos.
  • O Tiago apresentou-nos um esquema de organização mental, para nos irmos auto-consciencializando do que nos rodeia (OBREDIM).
  • Também houve uma altura de breves e muito importantes partilhas, “por que é que estamos neste processo”, “o que é que nos levou a pensar: talvez o caminho não seja este a que estamos habituados” e a procurar alternativas.
  • No meio disto, descobrimos petróleo! O César e o António apresentaram-nos um plano para um evento sobre mobilidade no bairro e na cidade, e decidimos que dia 24, em vez do filme ‘Power of Community’, passaremos uma série de pequenos filmes sobre mobilidade e a bicicleta na cidade, comentados por eles próprios e por mais alguns convidados.
  • A partir daqui, o encontro tornou-se bastante mais fluída e aberta: o facto de haver “caras novas” a assumir a organização de um evento inspirou outros a assumir a alguma ambição em preparar outros eventos futuros, e falámos de muitos temas: ‘produção alimentar’, ‘vegetarianismo’, ‘culinária’, ‘plásticos’, ‘artesanato’, ‘cooperativas energéticas de bairro’, e claro ‘hortas’.
  • Achámos que, em encontros vindouros, talvez seja positivo utilizar uma técnica de ‘open space’, que é fazer pequenos grupos de discussão de temas diferentes, em mesas diferentes (mas abertas, as pessoas podem andar dum lado para o outro), para se formarem pequenos grupos consoante os interesses!
  • Também ficou no ar a ideia destes encontros terminarem formalmente às 23h00 e, a partir daí, haver uma mesa com “chá e bolinhos” para quem quiser ficar a conversar (ontem a terminou às 23h15, mas alguns de nós ficaram na ART até às 00h15!). Também se levantou a hipótese de passar a haver uma espécie de “jantarinho” antes, para evitar irmos stressados ou mal alimentados.
  • Falámos ainda da comunicação entre todos nós, dentro da iniciativa. Muitos de nós sentem que é mesmo importante ir partilhando descobertas, vídeos, sites, blogs e portanto nós sugerimos a todos que entrem na rede nacional de Permacultura e Transição: http://permaculturaportugal.ning.com/. Lá podemos encontrar muita informação, vídeos sobre permacultura, sobre plástico, sobre a transição, muitos documentos também e sobretudo pessoas! Hoje somos 1405 membros de todo o país e é uma óptima forma de ver o que se passa por Portugal fora e estarmos informados de workshop, eventos, etc!! Basta registar e depois procurar o grupo “Transição em Telheiras” (está em destaque, um pouco abaixo, à esquerda).

Na próxima Terça-feira (16 Nov), às 21h00, na sede, teremos a projecção de dois pequenos filmes: um sobre permacultura (ainda a definir), para termos imagens do que é, como é, como funciona. O outro, é uma animação muito interessante e sintética sobre o nosso sistema de produção e consumo: the Story of Stuff (a História das Coisas).
Acreditamos que, depois destes óptimos primeiros encontros, vai ser uma noite muito bem passada (ainda p’ra mais, com chá e bolinhos!)

Lista de eventos para marcar na agenda, em Novembro:

12 Nov, 11h00 – palestra “Decrescimento sustentável”, Auditório da biblioteca FCT-UNL, Monte da Caparica (http://pt.indymedia.org/conteudo/agenda/2606)
13/14 Nov – congresso de associativismo e democracia participativa, ISCTE (http://movimentodoassociativismo.blogspot.com/) – Inclui Tertúlia de transição com o João Leitão.
16 Nov, 21h00 – filme/animação (Story of stuff, a História das Coisas) + filme sobre Permacultura + conversa + chá e bolinhos!, sede da ART
24 Nov, 21h00 – pequenos filmes (sobre mobilidade) + conversa, bibliteca Orlando Ribeiro (Telheiras)
27 Nov !!!
27 Nov, manhã – conversa sobre permacultura + 2 workshops, com Maurício Umman e alunos da Fac. Ciências UL: i) construção de espiral de ervas aromáticas ii) produção de “bolas de sementes” (talvez almoço partilhado?!), sede da ART

27 Nov, 15h – Tertúlia de Transição em Telheiras, com João Leitão (Pombal), Auditório da Bibliteca Municipal Orlando Ribeiro (Telheiras)

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: