Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘respigadores’


Tal como anunciado, no último dia 26 de Outubro encontrámo-nos na biblioteca de Telheiras para mais um momento de abrir olhos e expandir horizontes. Porque uma condição necessária para uma cidadania activa é uma cidadania informada.

No auditório da BMOR, juntaram-se cerca de 50 pessoas para assistir e discutir o filme “Os Respigadores e a Respigadora”, filme documentário de Agnès Varda, tendo como convidados co-organizadores Álvaro Fonseca do Movimento GerAções e Sofia Guedes Vaz do Projecto PERDA – Projecto de Estudo e Reflexão para o Desperdício Alimentar. O documentário lança um olhar muito pessoal e poético sobre uma realidade que poucos conhecem e poucos vêem (ou querem ver): a das pessoas que vivem do que a maioria desperdiça ou rejeita. E o filme não é tanto sobre desperdício alimentar, mas mais sobre o aproveitamento do desperdício alimentar.

a

Este slideshow necessita de JavaScript.

Agradecemos imenso a generosidade da fotógrafa Marianne Bertout.

a

Numa altura em que corremos riscos de aumento de pessoas em dificuldades alimentares (apenas na Europa, 79 milhões de pessoas vivem abaixo do limiar de pobreza), a discussão focou-se sobretudo naquilo que nós, enquanto cidadãos, podemos fazer para não contribuir para o desperdício alimentar. Nos próximos anos, o Projecto PERDA, que ganhou recentemente o Prémio “Ideias Verdes Fundação Luso-Expresso 2011″, irá medir o desperdício alimentar em Portugal e fazer propostas e campanhas concretas para a sua diminuição.

a

Os encontros da ITT na BMOR continuam a servir sobretudo para trazer pessoas e ideias interessantes ao bairro, proporcionar um espaço de debate de ideias e de expressão livre de pensamentos.

Desta vez, à entrada do auditório tinhamos um pequeno mapa para tentar saber donde as pessoas vinham e como tinham sabido do encontro, que nos deu alguns dados curiosos: 1/3 das pessoas de Telheiras, 1/3 da restante Lisboa e 1/3 de outras moradas (Cascais, Sintra, Odivelas); a maioria das pessoas soube através de amigos, alguns pelo facebook, outros pela mailing list.

Ficou no ar a probabilidade de um “ciclo de cinema-reflexão” co-organizado pela ITT e pelo Movimento GerAções.

a

Para quem esteja interessado em ver o documentário “Os Respigadores e a Respigadora”, aqui fica (em 8 partes)

Anúncios

Read Full Post »


a

a

A condição necessária para uma cidadania activa é uma cidadania informada. Em mais uma noite de encontros promovida pela iniciativa de Transição em Telheiras (ITT) no auditório da BMOR, juntam-se membros do Movimento GerAções e do PERDA – Projecto de Estudo e Reflexão para o Desperdício Alimentar.

a

Desta vez passará o filme «Os Respigadores e a Respigadora» de Agnès Varda (80 min, legendado), um documentário que lança um olhar muito pessoal e poético sobre uma realidade que poucos conhecem e poucos vêem (ou querem ver): a das pessoas que vivem do que a maioria desperdiça ou rejeita. A actividade de respigar, outrora reconhecida pela sociedade, tornou-se num acto marginal, mas que constitui para muitos dos que a fazem uma questão de sobrevivência. Os respigadores contemporâneos retratados neste documentário revelam-nos uma dimensão da nossa sociedade que se caracteriza pelo excesso e pelo desperdício. A realizadora pelo seu lado assume também o papel de respigadora, mas de imagens e de histórias. O seu filme interpela-nos e obriga-nos a reflectir e a questionar os modos actuais de produção e de consumo de alimentos.

a

O Movimento GerAções, de que faz parte Álvaro Fonseca, que irá moderar a discussão, propõe um ciclo de filmes/debate no sentido de difundir informação sobre diferentes temas da actualidade, fomentando a discussão pública desses mesmos temas, sendo expectável que, em breve, dinamizemos em conjunto mais encontros como este.

a

O Projecto PERDA, de que faz parte Sofia Guedes Vaz, ganhou recentemente o Prémio “Ideias Verdes Fundação Luso-Expresso 2011”, que tem como objetivo a investigação e a comunicação ambiental centradas na análise do desperdício alimentar em Portugal, focando as suas dimensões ambiental, económica, social e ética. Visa estimular a mudança de comportamentos, e concentrar-se-á nos três grandes segmentos do sistema alimentar: produção agrícola, distribuição e consumo.

a

Até lá 🙂

Read Full Post »

%d bloggers like this: